26/10/2007

Adoração de Imagens - Idolatria



O Texto de Exôdo

Que, para nosso caso, não tem nenhuma diferença do texto do Deuteronômio (V. 7-9):

3. Não terás DEUSES ESTRANGEIROS diante de mim. 4. Não farás para ti IMAGEM DE ESCULTURA NEM FIGURA ALGUMA DE TUDO QUE HÁ EM CIMA NO CÉU E DO QUE HÁ EMBAIXO NA TERRA, NEM DE COUSA QUE HAJA NAS ÁGUAS DEBAIXO DA TERRA. 5. NÃO AS ADORARÁS NEM LHES DARÁS CULTO, porque eu sou o Senhor teu Deus, o Deus forte e zeloso que vinga a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem (Exôdo XX- 3 a 5).

Versículos 3* e 4*.

Vê-se claramente que estas imagens de que Deus fala no versículo 4* são as imagens dos DEUSES ESTRANGEIROS, de que falou no versículo 3*. No versículo 4* Deus quis que não façam imagem de escultura, NEM FIGURA DE COISA ALGUMA QUE HAJA OU NO CÉU, OU NA TERRA OU NAS ÁGUAS, entende-se que Deus não fala aí de qualquer espécie de desenho ou de pintura ou de escultura (assim estaria proibindo até o termos em casa o retrato de nossos pais, ou qualquer pintura decorativa representando flores ou peixes ou frutos etc.), mas sim de ídolos, de figuras de deuses falsos. Estes ídolos tomavam aqui e acolá inúmeras formas de pessoas, ou animais, ou de astros, ou de outras coisas. Tudo era deus, exceto o próprio Deus, como disse Bossuet. Por isto Deus proíbe os deuses estrangeiros, SEJA QUAL FOR A FORMA SOBE A QUAL ELES SE APRESENTEM.

E a prova de que Deus aí não se refere a qualquer imagem, a qualquer pintura, a qualquer semelhança, está no fato de que Deus mesmo mandou Moisés FAZER uma serpente de metal (se não há proibição de fazer qualquer figura ou semelhança de tudo que há em cima no céu, e DO QUE HÁ EMBAIXO NA TERRA, a serpente é um animal que há embaixo na terra): E o Senhor lhe disse: FAZE UMA SERPENTE DE METAL e põe-na por sinal: todo o que sendo ferido olhar para ela, viverá. Fez, pois, Moisés UMA SERPENTE DE METAL e pô-la por sinal e os que, estando feridos, olhavam para ela, saravam (Números XXI- 8 e 9).

Esta imagem de serpente em escultura era prefigurativa de Jesus pregado na Cruz: Como Moisés no deserto levantou a serpente, assim importa que seja levantado o filho do Homem, para que todo o que crê nÊle não pereça, mas tenha vida eterna.(João III- 4 e 15).

Deus mandou Moisés fazer também dois querubins de ouro (portanto IMAGENS de anjos EM ESCULTURA) para cobrirem o propriciatório: Farás também DOIS QUERUBINS DOURO TRABALHADOS A MARTELO, nas duas extremidades do oráculo. Um querubim estará a um lado, outro ao outro. Cubram ambos os lados do propriciatório com asas extendidas, e cobrindo o oráculo estaão olhando um para o outro com os rostos virados para o propriciatório, com qual se cobrirá a arca (Exôdo XXV -18 a 20).

Salomão, quando construiu o templo, mandou também fazer, por sua própria conta e risco, alguns querubins, bem como diversas figuras na parede: E pôs no oráculo DOIS QUERUBINS de pau de oliveira, de vez côvados de altura... Cobriu também de ouro os querubins; e fez esculpir todas as paredes do templo em roda de entalhes e molduras, e nelas fez QUERUBINS E PALMAS E DIVERSAS FIGURAS, como sobrepujando e saindo da parede (3 Reis VI - 23, 28 e 29). Entre essas figuras que havia no templo, estavam leões e bois que são animais que existem aqui em baixo na terra: E entre as coroas e lançadas havia LEÕES e BOIS e querubins (3 Reis VII - 29).

Ora, isto não foi do desagrado de Deus, pois quando Salomão terminou o templo e fez para lá a solene trasladação da arca, aconteceu que, logo que os sacerdotes saíram do santuário, uma névoa encheu a casa do Senhor; e os sacerdotes não podiam ter-se em pé nem fazer as funções do seu Ministério por causa da névoa, porque A GLÓRIA DO SENHOR TINHA ENCHIDO A CASA DO SENHOR. Então disse Salomão: o Senhor disse que ele abitaria numa névoa (3 Reis VIII - 10 a 12).

Portanto, quando os protestantes dizem, procurando imprecionar a gente simples: os católicos estão contra a Bíblia, porque a Bíblia proíbe FAZER IMAGENS e eles fazem imagens de Jesus Cristo, de Maria, SS.ma, dos anjos, e dos santos, trata-se de uma acusação muito fora do propósito. Deus proibiu aí no texto do Exôdo fazer imagens dos DEUSES ESTRANGEIROS, pois é dos deuses estrangeiros que Ele está falando. E a prova é que Ele mesmo mandou fazer outras imagens e Deus não cai em contradição consigo mesmo. Nem se concebe que Deus, tendo horror a quaisquer imagens, como querem os protestantes, fosse o primeiro a mandar fabricá-las.

E basta ler com atenção o Pentateuco, se não quisermos falar em todo o Antigo Testamento, para ver como a grande preocupação, se assim se pode dizer, de Deus, era fazer com que aquele povo pequenino como era o seu povo escolhido, cercado, como estava, de tantos povos idólatras, pois o eram todas as nações do mundo, não se deixasse contaminar pelo exemplo dos outros, adorando os deuses estranhos: Lançai fora os DEUSES ESTRANHOS que estão no meio de nós (Gênesis XXXV-2). Não fareis para vós DEUSES DE PRATA NEM DEUSES DE OURO (Exôdo XX-23). O meu anjo caminhará adiante de ti e ele te introduzirá na terra dos amorreus, dos heteus, ferezeus, dos cananeus, dos heveus, dos jebuseus, os quais eu destruirei. NÃO ADORARÁS O SEUS DEUSES NEM LHES DARÁS CULTO, não imitarás as suas obras, mas destruí-los-ás e quebrarás as suas estátuas (Exõdo XXIII-23 e 24). Eu entregarei nas vossas mãos os habitantes da terra e os expulsarei da vossa vista... Não habitem na sua terra para que te não façam pecar contra mim, servindo AOS SEUS DEUSES (Exôdo XXIII- 31 e 33). Não adores a DEUS ALHEIO. O Senhor tem por nome o zelador, Deus é zeloso ( Exôdo XXXIV - 14). Não vos volteis para os ídolos, nem façais para vós DEUS FUNDIDOS. Eu sou o Senhor vosso Deus (Levítico XIX-4) até nos DEUSES tinha exercitado a sua vingança (Números XXXIII - 4). Não seguireis os DEUSES ESTRANGEIROS dalguma das nações que estão a roda de vós (Deuteronômio VI-14). Se esquecendo-te, porém, o Senhor teu Deus, seguires DEUSES ESTRANHOS e os servires e adorareis, eu desde agora te denuncio que perecerás de todo (Deutoronômio VIII-19). E lá servirás a DEUSES ESTRANHOS, ao pau e a pedra; e ver-te-ás na última miséria, como ludíbrio e a fábula de todos os povos, onde o Senhor te houver levado (Deuteronômio XXVIII-36 e 37). Eles O irritaram adorando DEUSES ESTRANHOS e com as suas abominações O provocaram a ira (Deuteronômio XXXII-16).


Versículo 5*.


Vejamos agora o quinto versículo: Não as adorarás, nem lhes prestarás culto, porque eu sou o Senhor teu Deus, o Deus forte e zeloso que vinga a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem (Êxodo XX-3)


Já que o versículo 3* se refere aos deuses estrangeiros: Não terás DEUSES ESTRANGEIROS diante de mim (Êxodo XX-3); já que o versículo 4* : Não farás para ti imagens de escultura, NEM FIGURA ALGUMA DE TUDO O QUE HÁ EM CIMA NO CÉU E DO QUE HÁ EM BAIXO NA TERRA, NEM DE COUSA QUE HAJA NAS ÁGUAS DEBAIXO DA TERRA (Êxodo XX-4), como já provamos, se refere a imagens de escultura ou figuras destes mesmos deuses estrangeiros; está claro que a proibição de prestar culto, que lemos no versículo 5*: Não adorarás, nem LHES darás culto (Êxodo xx-5) se refere a imagens ou figuras destes mesmos deuses pagãos. Bastam os pronomes AS, LHES para nos mostrar que é aquelas imagens de que fala o versículo anterior que é proibido prestar culto. No versículo anterior, Deus proibiu FAZER tais ídolos. Mas podia acontecer que os judeus, nas suas viagens ou recebendo visitas de gente de outros povos, se deparassem com tais ídolos que eles, judeus, não tinham fabricado, mas que foram feitos pelos outros. Ou podia acontecer que alguém, mesmo no seio do povo israelita, teimasse em fazer tais ídolos. Neste caso era preciso que soubessem os judeus que também lhes estava proibido, tanto o adorá-los, como o prestar-lhes qualquer culto.

E a prova que Deus se refere a estes ídolos, a esta representações de deuses estranhos, está na razão que Deus lhe apresenta: Não adoraráa, nem lhes darás culto, PORQUE EU SOU O SNEHOR TEU DEUS (Êxodo xx-5). O que mostra muito bem que, sendo Ele o único Deus dos irraelistas, não quer entrar em pé de igualdade com DEUSES ESTRANHOS, nem quer ser subistituído por eles.

-É o caso de perguntar: Se você é obrigado a admitir (para não cair no ridículo) que o versículo 4* é endereçado só AOS JUDEUS, como pode provar agora que o versículo 5*, ou seja a proibição de prestar culto ás imagens não é também um preceito só pra eles? Este versículo 5* está, não só logicamente, mas também GRAMATICAMENTE ligado ao versículo 4*. Um preceito só para os judeos não atinge a nós, cristãos.

Continuação em breve...

Legítima interpretação da Bíblia, Lúcio Navarro.

Um comentário:

EsPaToDeA disse...

Perfeito!

Deus o abençoe!